Visconde de Mauá é um oásis da natureza, na divisa entre Rio e Minas. Saindo de Penedo, basta adentrar a montanha, subindo a serra que desemboca nas Vilas de Maringá e Maromba.

A natureza preservada, o artesanato ímpar, comida típica de Minas..rios cristalinos e a rusticidade da montanha…isso é Visconde de Mauá!

No passado, foi reduto hippie; hoje transborda charme com as pousadas aconchegantes, as lareiras do inverno ou o frescor das cachoeiras no verão.

Seja em busca de um turismo de aventura, seja para relaxar ou para energizar, o lugar é perfeito!

Começando pela estrada…

visconde-de-maua-1

Depois do asfalto, já se aproximando às vilas de Mauá, Maringá e Maromba, a estrada de terra (que foi asfaltada há alguns anos) anuncia a entrada:

visconde-de-maua-3

Dentre as principais vilas, Maringá é sem dúvida a mais interessante para quem procura ficar mais centralizado.

É em Maringá que temos o centro com lojinhas, restaurantes e o pequeno rebuliço da região.

Maringá é divida pela ponte que atravessa o Rio Negro, divisa entre Rio e Minas.

Por isso, temos Maringá-MG e Maringá-RJ.

Ambos lados possuem ótimas opções gastronômicas, música ao vivo à noite, rico artesanato e o clima mágico da montanha.

visconde-de-maua-4

visconde-de-maua-5

Maromba é mais deserta e seria para quem curte mais sossego e distanciamento do burburinho.

O astro da Maromba é a cachoeira do Escorrega.

visconde-de-maua-7

visconde-de-maua-6

Durante o dia, a região possui muitas atrações naturais.

À noite, se dispensar um dos restaurantes, é só ascender a lareira e derreter queijos e marshmallows, acompanhados de um bom vinho.

Não faltam boas pousadas, para todos os bolsos. Então, vamos abordar cada um destes pontos em posts dedicados para descortinar a viagem 😉

Para fechar este post, seguem 5 dicas para se preparar para a viagem

DICAS

* Visconde é despojado e muito rústico. De dia, tênis e malha para caminhar..um traje de banho por baixo se suportar as águas geladas das cachoeiras. Vale tênis antiderrapante porque são muitas trilhas. E, como estamos falando de clima de montanha, não tem como esquecer o agasalho. No inverno, não pode faltar luva, gorro, e bons casacos para aquecer.

* Cuidado redobrado nas cachoeiras, principalmente se estiver com crianças. Até a última vez que fomos, não tinha posto de saúde próximo. Vale carregar o repelente, protetor e aquela mini farmácia básica de qualquer viagem.

* Não localizamos caixa eletrônico na cidade. Estejam precavidos!

* Por ser área rural, as estradas são em sua maioria de terra. Revise bem o carro, priorizando a segurança. Farol de neblina, estepe, lanterna e calibragem média (para maior aderência) são pontos importantes. Carros 1.0 costumam sentir dificuldade e para que haja maior aderência do carro ao solo, não é recomendável calibrar o pneu no máximo. Um meio-termo é suficiente. Também é aconselhável evitar a estrada muito cedo ou muito tarde, em função da névoa que pode se intensificar e dificultar a visão de quem dirige.

* Com relação à telefonia, as melhores operadoras nessa região são Vivo e Claro, especialmente Claro. Sinal de internet era raridade até nossa última viagem. Por isso, vale carregar o modem 3 ou 4 G ou rotear o celular.

 

Júlia Soares

Júlia Soares

Sou redatora especializada em turismo e lazer. Decidi unir minhas paixões com a minha profissão, o que me trouxe até aqui: um portal completo e dinâmico com as principais cidades para se fazer turismo =)
Júlia Soares
Compartilhe:
  • Olá adoramos sua publicação sobre Visconde de Mauá, amamos viajar!
    Venha nos visitar: 2engenheiras4malas1gopro.blogspot.com

    Bjocas das Cariocas

    • Júlia

      Olá, Erika!
      Que ótimo que gostaram =)
      Com certeza, visitamos seu blog e seguiremos também!
      Bem vindas ao nosso blog!

  • Pedro

    O único caixa eletrônico ficava na vila de Visconde de Mauá e foi explodido por bandidos no final do ano passado! Agora só no dinheiro mesmo ou descendo até Penedo/Resende!

    • Júlia e Lucas Blog Viagem

      Olá, Pedro!
      Obrigada pela visita e contribuição 😉
      Puxa, que pena! Isso é muito ruim não apenas para o turismo assim como para quem reside na região.
      Tomara que consigam reverter isso 😉

  • Visconde de Maua é realmente maravilhoso!
    olhem minha postagem sobre o final de semana lá!
    http://viagemblogada.blogspot.com.br/
    Beijos!!

    • Júlia e Lucas Blog Viagem

      Olá, Thalita! 🙂
      Sim, Visconde de Mauá merece com certeza ser visitada; as cachoeiras são lindas, tem ótimos lugares para comer e os preços são bem tranquilos, como você comenta em sua postagem.. Ah, o café colonial também nos surpreendeu, assim como aconteceu com vcs 😉
      Que bacana você registrar esses momentos em um blog, tanto para reviver a viagem como para inspirar quem deseja ir..sucesso com o seu blog, e seja sempre muito bem vinda ao nosso 🙂