Localizado há pouco mais de meia hora de Balneário Camboriú, o Beto Carrero é um ótimo complexo de entretenimento para qualquer idade. O parque foi inspirado pela viagem do visionário Sergio Murad ( mais conhecido como Beto Carrero) à Disney. A história de vida dele e a forma como projetou um sonho para que se tornasse o que é hoje já são por si só ótimos motivos para prestigiar um dos maiores parques multitemáticos da América Latina.

Visitando o site da atração, é possível verificar o preço atual do ingresso, assim como comprar antecipadamente na loja virtual do parque. Nós compramos lá na hora porque não tínhamos certeza qual seria o dia que ficaria melhor para fazermos o passeio. Não encontramos fila, foi bem tranquilo. Era feriado de Carnaval. Como não alugamos carro, fechamos a ida e volta com um receptivo de Balneário Camboriú, mas isso é algo simples de analisar. Considere quantas pessoas estão indo, o custo do estacionamento/combustível e aluguel de carro versus a tarifa de agências e transportes. No nosso caso, ficou mais vantajoso o receptivo. Mas isso varia de acordo com cada caso, grupo e idade das crianças que estão acompanhando.

Castelo_das_Nações_800x600
Como na época ainda não tínhamos planos de transformar a viagem em relatos de um blog, não tiramos nenhuma foto da entrada. Então, vamos aproveitar algumas das ótimas imagens fornecidas pela divulgação do BCW para complementar esse post 😉 Começamos entrando no parque pelo Castelo das Nações

Quanto mais cedo entrar no parque, menores estarão as filas. Existe a possibilidade de adquirir um fast pass, com acesso mais rápido aos brinquedos. Eu confesso que tenho medo de altura e não sou lá muito fã de esportes radicais, muito menos loops de montanha russa. Então, fomos a alguns brinquedos pontuais, de modo que esse post se voltará mais para a experiência cultural de passear por esse fantástico empreendimento e assitir aos shows, que são ótimas produções. Aqui, vale um parêntese. Achamos o preço do parque bastante justo, ainda mais se avaliarmos que uma peça musical é normalmente mais cara que o ingresso do parque.

Quando entramos no parque, achamos tudo maravilhoso,. A organização é impecável, oferecendo total infraestrutura para todos os visitantes. Como existem muitas opções, a 1a dica é pegar o mapa de divulgação e traçar um roteiro para otimizar seu tempo. Também, se não quiser perder os shows do dia, atente-se para os horários e visite as atrações próximas do evento. O que deifnitivamente é imperdível é o último show, O Sonho do Cowboy, que relatamos no final, no encerramento do post.

Bom, todos os recantos, paisagens e opções do parque são mais do elogiáveis. O Beto Carrero traz todas as lendas do mundo mágico que permeia o imaginário das crianças em formato de brinquedos, cenários e espetáculos: velho oeste, ilha dos piratas, vila germâmica…tudo isso impecavelmente organizado no mapa e em passeios. Além disso, demonstra uma preocupação inestimável com a natureza e meio ambiente. Somando-se a isso, temos o memorial e atrações que narram a história de vida do Beto Carrero, servindo uma inspiração e exemplo de vida/missão para nos orgulhar.

Se todas as atrações do parque são ótimas, os espetáculos não ficam para trás. Os shows estão incluidos no ingresso, exceto o Excalibur (que seria um show à parte com almoço incluso). Assistimos às manobras dos Super Carros, às acrobacias no Blum e ao Show do Cowboy. Visitando o site do parque, existem novas atrações, com desfiles e outros cenários proveniente de uma parceria com a Universal Studios. Fato é que estão sempre se inovando e encantando com produções de qualidade. Como disse na legenda mais acima, na época dessa viagem, ainda não tinhamos planos para este blog, então vamos pegar algumas fontes de foto no site oficial do parque (relacionadas ao show) para complementar as imagens.


O passeio foi ótimo e ficamos com a melhor das impressões. Depois um dia bem cheio, chegamos no hotel em Balneário e nos preparamos para o dia seguinte, quando planejávamos conhecer Florianópolis, assunto do próximo post >>>

Júlia Soares

Júlia Soares

Sou redatora especializada em turismo e lazer. Decidi unir minhas paixões com a minha profissão, o que me trouxe até aqui: um portal completo e dinâmico com as principais cidades para se fazer turismo =)
Júlia Soares
Compartilhe: