No 3o dia da nossa viagem de Carnaval ao Circuito das Águas Paulista, passamos o dia em Socorro. E foi, certamente, a cidade com mais belezas naturais que visitamos dentre todas da rota que fizemos.

Socorro é a cidade das montanhas, dos rios, do ecoturismo, de mirantes privilegiados, de estrada rudimentar e paisagens incríveis.

Começando pela estrada..o clima agradável conspira com certeza para lindas paisagens da natureza aproveitando a abundância de água. Assim que entramos na cidade, seguimos para o Mirante com a réplica do Cristo, em Socorro.

socorro02

 

Prepare o carro para adentrar a montanha…muitos trechos podem testar os limites, mas o visual compensa!

socorro07

Além da beleza das montanhas, os rios que cruza a região permitem o famoso bóia cross e raftng. Não é à toa que circula a fama de cidade para aventureiros.

socorro15

 

Socorro sem dúvida respirar não só o ar de ecoturismo, como também de aventura. Lá na ida até o Mirante, havia ponto de parapente. No percurso, vimos muitos cavalgando, fazendo trekking ou no quadriciclo. O rio é um dos maiores astros e as agências se aproveitam para fechar pacotes de bóia-cross, canoagem…almoçamos num restaurante que ficava perto de um destes quiosques.

 

socorro19

 

Eu não lembro mais o nome do restaurante, mas ficava na mesma estrada, antes do famoso Parque do Mojolinho (http://www.parquedomonjolinho.com.br) Esse parque proporciona diversas atividades, é só dar uma olhadinha no site deles. Fizemos uma caminhada e adoramos, sempre acompanhados pelo rio. Lá tem um restaurante também, mas selfservice nunca compensa muito para nossa família porque comemos muito rs O restaurante que comentamos mais acima era bem mais em conta, buffet livre e era mais tranquilo, enquanto o parque estava com fila. No parque, o pessoal tomava banho de rio, curtia a tirolesa, arvorismo, etc

socorro17
Parque do Mojolinho
socorro11
Rio no Parque do Mojolinho

Depois da visita ao parque e almoço, seguimos para a Gruta dos Anjos, um dos lugarzinhos mais mágicos que já vimos!

A entrada para a Gruta é feita a partir da Pousada Gruta do Anjo. Ali na recepção eles recebem os visitantes e cobram uma taxa para guiar até o lugar. Antiga mina de extração de minerais, ela foi desativada, e abriu para visitação. Agora, além do viveiro de carpas nessa piscina natural, circulam os pedalinhos. Temperatura da água a 10 graus e 4m de profundidade são os dados que eles fornecem. O preço é um pouco salgado já que não é um passeio muito longo (R$ 20,00 por pessoa), mas o cenário compensa 😉

socorro22
Gruta do Anjo
socorro23
Gruta do Anjo

 

Dali, voltamos para o centro de Socorro. Tem as ruas famosas para venda de malhas e alguns conjuntos arquitetônicos. Mas não perde para Serra Negra, neste quesito. Quando estudávamos o lugar para ficar no Circuito das Águas, ficamos em dúvida entre Socorro e Serra Negra. Socorro tem  mais belezas naturais, mas Serra Negra pareceu ter melhor infra-estrutura.

Depois de passar o dia em Socorro, voltamos para nossa última noite da viagem.

Júlia Soares

Júlia Soares

Sou redatora especializada em turismo e lazer. Decidi unir minhas paixões com a minha profissão, o que me trouxe até aqui: um portal completo e dinâmico com as principais cidades para se fazer turismo =)
Júlia Soares
Compartilhe: