A convite de amigos, partimos rumo ao Arraiá da Villa Mozer – uma festa julina de família tradicional, localizada no coração de um dos maiores roteiros de charme de Nova Friburgo – o Circuito de Lumiar e São Pedro da Serra. Como a festa era à noite, dormimos na aconhegante Lumiar e turistamos ao longo do sábado e domingo.

LUMIAR

Lumiar é uma espécie de vilarejo, porém cercada pela natureza viva dos rios e matas. No centro, uma série de restaurantes e lojinhas foram erguidas no entorno do lago, formando um pólo bastante agradável. Bem próximo fica também a praça ícone da cidade. Fazer uma caminhada por ali, atravessando pontes, rios, avistando paisagens típicas de pinturas rurais, é sem dúvida um programa bastante agradável para quem curte a natureza.

Centro de Lumiar
Centro de Lumiar
Rio em Lumiar
Rio em Lumiar
Caminhada por Lumiar
Caminhada por Lumiar

SÃO PEDRO DA SERRA

Já a cidade vizinha de São Pedro da Serra foi desenvolvida no sentido linear. Ou seja, é só subir uma rua comercial, cercada também de todo tipo de comércio, sem perder o ar gracioso de vilarejo rural. O centro lembra um pouco o estilo de Monte Verde (MG) e revela verdadeiros achados nos ateliês, lojas e brechós.

Rua comercial em São Pedro da Serra
Rua comercial em São Pedro da Serra
Centro de informações turísticas em São Pedro da Serra
Centro de informações turísticas em São Pedro da Serra
lumiar06
Centro turístico em São Pedro da Serra

ENCANTOS NATURAIS

Em qualquer centro de informação turística é possível levantar os principais pontos de visitação da cidade. Neste circuito, não foi diferente. Por causa do curto tempo, fomos até os principais. Trilhas curtas e leves, tranquilas principalmente para quem está com crianças, ou simplemesmente enferrujado para este tipo de programa. Nem sei se podemos realmente chamar de trilha pois os acessos foram muito curtos. A sinalização não pecou e chegamos sem problemas ao Poço Feio, Encontro dos Rios e à cachoeira de São José.

O Poço Feio é uma verdadeira piscina natural formada aos pés de uma pequena queda dágua, o 1o ponto de parada do caminho de quedas d’água.

Poço Feio

O Encontro dos Rios tem 2 trilhas de acesso, um caminho pelas pedras, e outro bem mais ameno por trás das pedras. É um recanto perfeito para energizar a alma. Nas proximidades, a ponte pela qual atravessam os carros traz ângulos únicos para contemplar o curso do rio advindo da cachoeira.

Encontro dos rios – Lumiar

Encontro dos rios – Lumiar

Já a Cachoeira de São José fica dentro de uma propriedade privada (onde cobraram R$ 6,00 por pessoa). Dentro, antes de caminhar até a cachoeira, funciona uma lanchonete e uma piscina. Isso certamente quebrou o clima zen da natureza =/ Mas pode ser útil se estiver com filhos ou desprevenido em relação a lanches, ou simplesmente precisar de um banheiro. A queda d’água é típica daquelas famosas “véu da noiva”, formando uma piscina natural aos pés da cascata, extremamente tranquilo.

Cachoeira de São José – Lumiar
Cachoeira de São José – Lumiar

A caminho, fica a Indiana Jones, famosa pelo caminho sinuoso. Essa ficou para próxima visita já que ouvimos a dica de que a queda d’água não era tão acentuada, mas sim instigante pelos trechos alternando poços e pedras sobrepostas, lembrando um caminho para aventureiros.

ONDE DORMIR

Achar uma pousada na região não é tarefa tão fácil. As opções são mais escassas principalmente nesses sites como decolar, booking e afins. Fomos surpreendidos pela estimosa atenção dos donos da pousada Arte de Viver. A recepção foi muito calorosa, os quartos mostraram limpeza impecável e o café da manhã foi servido pessoalmente pelos donos com total atenção,assegurando que tudo chegasse fresquinho, recém-saído do forno. Os jardins e todo o cenário ao redor da pousada conspiraram para que nos sentíssemos muito à vontade e relaxados, num ambiente de paz e ótimas energias. Fizemos uma caminhada maravilhosa da pousada até o centro, recomendada pelos donos Cris e Luiz, através da qual se descortinaram paisagens naturalmente lindas. Eles nos indicaram visitar Sana, que ficará para outro post 😉

Pousada Arte de Viver – Lumiar
Pousada Arte de Viver – Lumiar
Pousada Arte de Viver – Lumiar

Pousada Arte de Viver – Lumiar

Pousada Arte de Viver – Lumiar
Pousada Arte de Viver – Lumiar


DICAS E CUIDADOS

O que vestir
Assim como qualquer cidade serrana, a dica é não esquecer a roupa completa de frio (touca, luva, cachecol, casaco de lã, jaqueta e meias) para a noite, assim como roupa de banho e caminhada para  o dia. Uma das nossas melhores aquisições foi o kit mochileiro – perfeito para esses momentos. É numa mochila impermeável que levamos toalha, havaiana, protetor, lanche, etc.

Capa de Chuva
Um item recém incorporado foi a capa de chuva. Porque sempre pode chover, mas se cobrimos as crianças para que não se molhem, não perdemos o passeio.

Tênis
Se tiver um tênis próprio para trilha, melhor ainda. Se não tiver, essas cidadezinhas sempre trazem ótimos achados. Tudo bem que aqui as trilhas não eram nada complicadas, mas quem curte viagens ecológicas notará que um tênis próprio traz mais segurança.

GPS
A internet pode ser um grande complicador porque o sinal da região não é dos melhores. Assim, para quem valoriza um gps na estrada, vale a dica de baixar um GPS offline. O que utilizamos é o SYGIC.

Alerta
Os rios são maravilhosos, para qualquer um que se apaixona pela natureza. E a cidade é cercada de rios. Mas nem sempre são tão inofensivos como parecem. Os rios mudam e, sabiamente alertados pelos donos da pousada, ouvimos histórias consternantes sobre acidentes em rios. Por isso, não podíamos deixar de registrar o alerta aqui. Sempre analisar muito bem o cenário, lembrar que podem ocorrer trombas dágua , e postergar a trilha caso o tempo vire. Não pular, a menos que tenha certeza que haja condições para isso, e sempre respeitar a terra em que pisamos – ninguém precisa arrancar as plantas ou deixar seu lixo num santuário ecológico 😉

Júlia Soares

Júlia Soares

Sou redatora especializada em turismo e lazer. Decidi unir minhas paixões com a minha profissão, o que me trouxe até aqui: um portal completo e dinâmico com as principais cidades para se fazer turismo =)
Júlia Soares
Compartilhe: