*Quarta-feira: Despedida dos bairros portenhos

Nosso último dia de passeios. Nada como uma super caminhada, como no 1o dia, para viver o dia a dia deles. A cidade já estava bastante movimentada, não era mais feriado para eles.

Dispensamos o café da manhã do hotel e partimos para las calles, em busca de um desayuno tipicamente portenho. Eu não agüentava mais croissant (medialunas). Fomos em 4 cafés e em todos o super café da manhã era café+ croissant =/ Ok, então não era o hotel, é realmente a cultura deles. Nada de pão francês, nada de bolo da vovó, apenas suco de caixinha/iogute, café e croissants.

despedida2

ateneo

Entramos então numa das famosas livrarias – El Ateneo – e tomamos o café da manhã naquele ambiente literário. Foi diferente, bacana. Mas não pude deixar de pensar com os meus botões “nossa, se os hermanos conhecessem o café colonial de visconde de Mauá, ou o café colonial de Gramado, eles ficariam loucos” rs

desayuno

Fizemos, sem querer, o caminho inverso.Fomos até Palermo de táxi e voltamos até o hotel a pé mesmo. De Palermo para Recoleta, e da Recoleta para o Centro. Pertinho? Não mesmo rs O dia inteiro caminhando.

Começamos no Jardim Japonês. Desculpem as comparações, mas é inevitável rs O Jardim Japonês de Poços de Caldas é mais gostoso rs Acho que meu sangue é nacionalista demais, será? Então…saímos de lá e adentramos as ruas de Palermo. Foi nosso bairro favorito.

jardim-japones

despedida5    despedida3

Saindo de lá, andamos por Palermo em direção à Recoleta.

Esquina em Palermo
Esquina em Palermo

Arriscamos e pegamos o metrô para Recoleta. 2 estações apenas e caímos na Pueryrridón (um rua comercial que corta o bairro).

subbte

Atravessamos até chegar no coração do bairro. A Avenida Alvear realmente impressiona com as construções antigas (certamente de estilo europeu). O Hotel Alvear é o Copacabana Palace deles. Não vou dizer nada…as fotos falam por si =)

Hotel Alvear
Hotel Alvear

Como estávamos famintos, entramos num restaurante simpático da Recoleta. Deveríamos ter comido em Palermo mesmo…mas “tá valendo”. É a despedida.

despedida8

recoleta2

Não sei exatamente em que momento, mas acabamos caindo na Av. Santa Fé. Mais 20 quadras e chegamos na rua do hotel.

A viagem estava encerrando, mas valeu super a pena. Os nossos balanços estão logo no 1o post: http://www.blogviagem.com.br/desmistificando-a-cidade-portenha-dicas-uteis/

Júlia Soares

Júlia Soares

Sou redatora especializada em turismo e lazer. Decidi unir minhas paixões com a minha profissão, o que me trouxe até aqui: um portal completo e dinâmico com as principais cidades para se fazer turismo =)
Júlia Soares
Compartilhe: